Resumo

É possível afirmar que o acesso a educação e a ciência são os instrumentos mais eficazes na busca por soluções para o enfrentamento da pandemia ocasionada pelo novo Coronavírus – SARS-CoV-2, capaz de alcançar um retorno a curto prazo às demandas relacionadas a Covid-19. Nesse sentido, o projeto almeja entregar produtos relevantes para a educação do Brasil, que poderá ser replicado pelas unidades da Rede Federal.

Equipe

Wagner de Oliveira (ZL)

Alberico Souza (ZL)​

Anna Cecilia Gomes (CNAT)​

Carlindo Neto (SGA)​

Jássio Pereira (CNAT)​

Kelson Medeiros (ZL)​

Renato Marinho (SGA)​

Ruziany Louzada
(FUNCERN)​

Thiago Medeiros (ZL)​

Ivana Costa (CAL)​

Verônica Pontes (IP)​

Objetivo geral

Alcançar um retorno a curto prazo às demandas relacionadas a educação profissional, diante do enfrentamento da pandemia ocasionada pelo novo Coronavírus – SARS-CoV-2, por meio do desenvolvimento de Recursos Educacionais Abertos para as disciplinas do núcleo estruturante dos cursos técnicos integrados do IFRN, durante o ano de 2020.

Objetivos específicos

  1. Realizar projeto de extensão tecnológica, em diálogo contínuo com a sociedade, por meio da modalidade de Ensino à Distância – EaD.
  2. Contribuir para a qualificação das ações de projetos de extensão realizadas na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, voltadas ao enfrentamento das desigualdades sociais.
  3. Fornecer aos alunos do IFRN soluções técnicas e tecnológicas de baixo custo, diante do cenário de saúde pública do país, contribuindo para o atendimento às comunidades em situação de vulnerabilidade.

Metas

  • Capacitar 13 professores para elaboração de conteúdo didático virtual;
  • Criar Recursos Educacionais Abertos, relativos a um bimestre letivo, para as treze (13) disciplinas no núcleo estruturante (Português, Matemática, Biologia, Física, Química, Geografia, História, Artes, Inglês, Espanhol, Educação Física, Filosofia e Sociologia) dos cursos técnicos integrados, de acordo com os quatro (04) anos de realização do curso.
  • Oferecer um Curso de Formação de Professores no uso do ambiente virtual de aprendizagem – Moodle
  • Adquirir e testar dispositivo computacional de baixo custo que possa ser utilizado como base para inserção dos Recursos Educacionais Abertos. Esses dispositivos, em princípios, teriam valores semelhantes, mas podem apresentar funcionalidades diferentes ao se inserir neles o ambiente Moodle off-line e os Recursos Educacionais Abertos. Pensando nisso, será feita uma avaliação custo-benefício do uso de Tablet, de um Notebook e de um Raspberry PI4, para identificar aquele que melhor se adequada aos conteúdos a serem desenvolvidos por este projeto

Contato

Para entrar em contato com a equipe do projeto envie um e-mail para prea.offline@ifrn.edu.br

Dúvidas frequentes

Não. O projeto foi proposto por professores de diferentes campi do IFRN

Não. O projeto irá oferecer recursos educacionais off-line para quando se decidir pela volta às atividades.

Os recursos financiados são: bolsas para alunos; aquisição de equipamentos de proteção individual e limpeza para indivíduos que irão trabalhar no projeto; contratação de serviço terceirizado para produção dos recursos educacionais abertos; equipamentos para teste de uso dos recursos educacionais e taxa administrativa da Funcern.

Não. O edital para o qual o projeto foi submetido não permitia o pagamento de bolsa para professores da instituição beneficiada.

Sim. Tem bolsas para alunos de graduação e pós-graduação.

São dois meses de bolsa para aluno de graduação e seis meses de bolsa para aluno de pós-graduação (mestrado).

Para aluno de graduação, o valor da bolsa é de R$ 400,00 reais. Para aluno de pós-graduação, o valor de bolsa é de R$ 1.500,00 reais.

Esses valores unitários estavam previamente definidos no Edital 01/2020 do Conif, o qual financia este projeto.

Por se tratarem de disciplinas comuns a todos os cursos técnicos integrados do IFRN, e que também permitiriam o uso do material por parte de outras instituições da Rede Pública.

Não. O projeto irá elaborar recursos educacionais para dar suporte, ou complementar o ensino presencial.

Não. Os recursos educacionais ficarão disponíveis para colaborar com a atuação docente. Mas seu uso é opcional.

Ficarão disponíveis no Repositório institucional do IFRN, chamado de Memoria, e no repositório PROEDU.

Pelo Campus Natal Zona-Leste (EaD).

Recursos Educacionais Abertos (REA) são materiais de ensino, aprendizado e pesquisa, em qualquer suporte ou mídia, que estão sob domínio público, ou estão licenciados de maneira aberta, permitindo que sejam utilizados ou adaptados por terceiros.

A preparação dos recursos educacionais terá início tão logo o financiamento esteja disponível, e deverá ser finalizado até dezembro de 2020.

Por se tratarem de disciplinas comuns a todos os cursos técnicos integrados do IFRN, e que também permitiriam o uso do material por parte de outras instituições da Rede Pública.

Se você é professor, pode se inscrever em uma chamada pública que será realizada para selecionar os professores interessados em participar da elaboração dos recursos educacionais.
Se você tem expertise em produção de material didático (edição, diagramação, design instrucional etc), também poderá se inscrever em edital para selecionar interessados.

A seleção de professores se dará por meio de Chamada Pública ou Edital a ser publicado na página do projeto e no site do Campus Natal Zona-Leste (EaD).

Sim. Serão recursos educacionais abertos, assim, qualquer instituição, pública ou privada, da Rede de Educação Profissional ou da Rede Estadual de Ensino, poderá fazer uso do material, desde que o mesmo não seja comercializado e que seja feita citação a autoria.

Os professores terão autonomia para definir o tipo de recurso educacional, e o conteúdo a ser abordado pelo recurso educacional. O único recurso previamente definido é uma videoaula de apresentação e outro sobre a disciplina no contexto da pandemia.

A videoaula finalizada terá, em média, cinco minutos.