Reportagem: Laurence Campos

O Ministério da Educação (MEC) lançou este mês a plataforma PlaforEDU, um ambiente virtual de aprendizado para formação continuada de servidores da Rede Federal de Ensino de Educação Básica, Técnica e Tecnológica.

Na plataforma, os professores terão à disposição 280 cursos gratuitos de capacitação. As aulas são divididas em 05 trilhas do conhecimento:

Se você quiser acessar o PlaforEDU e conhecer a lista de cursos disponíveis pra você, clique no botão abaixo:

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O PLAFOREDU

A plataforma PlaforEdu faz parte do Plano de Formação Continuada dos Servidores da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, criado em 2016 para promover ações de inovação e empreendedorismo para melhorar o ensino e a pesquisa na rede pública.

O projeto que resultou na sua criação é uma execução entre o IFRN, o IFCE e o IFSul. O professor Raymundo Ferreira Filho (IFSul), responsável pelo desenvolvimento e apresentação da plataforma, explica que “os sistemas (do PlaforEDU) integram um ecossistema que está sendo criado para formação e qualificação do serviço público e de servidores da Rede como um todo”.

A execução financeira do projeto que resultou no PlaforEDU foi gerenciada pelo Campus Avançado Natal – Zona Leste do IFRN, o que reforça a importância do campus como referência em EaD na Rede Federal. Segundo o professor Thiago Medeiros (IFRN), coordenador institucional do projeto, “o PlaforEDU produz saberes e tecnologias que auxiliam na contínua formação dos nossos servidores e alunos, pois os colocam em contato com os principais debates nas mais diversas áreas de conhecimento. Projetos como esse demonstram para a sociedade todo o potencial de geração de ciência, tecnologia e formação que esse Instituto Federal centenário é capaz de fazer”, reflete.

Para a secretária executiva substituta do MEC, Sylvia Gouveia, a capacitação dos profissionais da área é importante para a melhoria da qualidade da educação. “Se tem uma constatação que me parece inequívoca é aquela que aponta para importância dos programas de formação e capacitação profissional para o aprimoramento das políticas públicas educacionais e para a melhoria da qualidade da educação no Brasil”, finaliza.