Busca

AULA PRESENCIAL: Alunos de Gestão Ambiental aprendem como empresas do Ceará lidam com o reaproveitamento de resíduos sólidos

Uma turma composta por 47 alunos do curso de Tecnologia em Gestão Ambiental viajou até o Ceará para ver de perto as medidas adotadas por empresas do estado voltadas para o reaproveitamento consciente de resíduos sólidos.

Alunos durante a visita à Agrícola Formosa

A viagem aconteceu entre os dias 24 e 26 de outubro. Ao longo dos três dias, foram realizadas três visitas técnicas: a primeira foi feita na Agrícola Formosa, empresa que, em seus 22 anos de existência, se consolidou como a maior produtora de melões e melancias do Brasil. Foi nesse ambiente em que os alunos puderam conhecer todo o processo de reciclagem dos resíduos gerados no processo de produção das frutas.

Alunos durante a visita ao Aterro Sanitário Municipal Oeste de Caucaia

A segunda visita foi realizada ao Aterro Sanitário Municipal Oeste de Caucaia (ASMOC), espaço que recebe diariamente cerca de 3 mil toneladas de resíduos sólidos domiciliares da Região Metropolitana de Fortaleza. Os discentes puderam conhecer a logística de recebimento e armazenamento do lixo.

Por fim, ainda no ASMOC, os visitantes conheceram a usina de tratamento de biogás GNR Fortaleza, que realiza a captação e conversão dos gases gerados pelo aterro em biometano – gás que tem as mesmas características físico-químicas do gás natural fóssil usado como gás natural veicular (GNV).

Experiência in loco

A aula presencial reuniu alunos dos polos de Caicó, Caraúbas, Currais Novos, Mossoró, Natal e Cuité de Mamanguape. Para Maria de Fátima Souza, do polo Currais novos, os momentos vividos na aula de campo proporcionaram um espaço de reconhecimento dos processos onde a profissão acontece. “Não tenho como mensurar a abertura de mundo que a aula presencial realiza para os alunos. Isso, aliado ao carinho e dedicação do IFRN, torna o momento em verdadeiro estimulo ao conhecimento”, avalia.

Chegada do grupo à GNR Fortaleza

Os alunos foram acompanhados pelos professores Andréa Melo, Edna Guilherme, Cristina Bispo e Fellipe Santos. Para a professora Edna, docente da disciplina de Gestão de Resíduos Sólidos, a experiência didática surge como um exemplo de desafios da profissão. “Para mim, não existe aprendizado maior do que você ver na prática o que o gestor ambiental vai fazer e os conflitos que ele vai ter que lidar futuramente”, reflete a professora.

Reportagem: Laurence Campos / Evandro Ferreira

Compartilhe esta notícia