Acesso à informação
Busca

Começam em setembro as aulas para presidiários através de parceria entre Campus EaD e Presídio Federal

Começam em setembro as aulas para presidiários através de parceria entre Campus EaD e Presídio Federal

O projeto oferece educação a distância para oito apenados da Penitenciária de Mossoró e poderá ser expandido para outras unidades.

A parceria entre a penitenciária Federal de Mossoró e o Instituto Federal do Rio Grande do Norte, através do Campus de Educação a Distância, que vai levar educação para os presidiários, já tem data para começar. Uma reunião que aconteceu na última sexta-feira (4) entre os professores do curso de Gestão Ambiental do Campus EAD e do Campus Mossoró do IFRN, com a Coordenação Pedagógica do Presídio Federal de Segurança Máxima de Mossoró, definiu o início das aulas para setembro.

Com uma turma de 8 alunos aprovados através do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no curso de Gestão Ambiental, o IFRN se torna a primeira instituição federal brasileira a ofertar Educação Superior no Sistema Prisional Federal de Segurança Máxima. O curso será ofertado pelo Campus EAD e Universidade Aberta do Brasil (UAB) em parceria com o Campus Mossoró, junto à Coordenação Pedagógica do Presídio Federal.

A educação é um dos direitos que a Lei de Execuções Penais considera essenciais no decorrer do cumprimento da pena. Para que ela seja aplicada com o máximo de qualidade nesse projeto, o curso e os alunos serão acompanhados pelo professor Francisco Augusto Cruz de Araújo, especialista e pesquisador de Segurança Pública e do Sistema Prisional há 10 anos.

O Curso Superior de Tecnologia em Gestão Ambiental do Campus EAD foi recentemente avaliado pelo Ministério da Educação com conceito 4, considerado de excelente qualidade. A proposta que está em vias de execução será oferecer aos novos alunos do IFRN uma formação equivalente à oferecida aos demais alunos. Com laboratórios móveis, material didático próprio e tecnologia para realização de videoaulas e videoconferências, os alunos do Presídio Federal terão a oportunidade de cursar a graduação seguindo o mesmo calendário acadêmico e com acesso regular aos professores do curso. A previsão para início do semestre letivo é Setembro de 2017, após a Aula Magna que será ministrada pelo Reitor Wyllys Abel Farkatt Tabosa.

Além da oferta de 10 vagas no Sistema Prisional, o IFRN iniciará o semestre oferecendo outras 250 vagas regulares divididas entre as cidades de Natal, Mossoró, Caraúbas, Caicó, Currais Novos e Cuité de Mamanguape na Paraíba. A iniciativa pioneira servirá de parâmetro para a oferta de Educação Superior Pública em todos os presídios brasileiros.

Compartilhe esta notícia