Busca

RESULTADO PRELIMINAR: apuração aponta professor José Roberto Oliveira dos Santos para o cargo de Diretor-Geral do Campus Natal – Zona Leste

Foi divulgado nesta quinta-feira (05) o resultado preliminar das eleições para a escolha dos novos diretores-gerais do IFRN, assim como para o próximo reitor do instituto. O resultado das urnas, antes do prazo dos recursos e suas análises, aponta a vitória do professor José Roberto Oliveira dos Santos para o cargo de Diretor-Geral do Campus Avançado Natal – Zona Leste, com 91,18% dos votos válidos.

Para o cargo de reitor, o processo eleitoral, iniciado ainda em outubro, culminou com a eleição do professor José Arnóbio de Araújo Filho ao cargo máximo do Instituto. Arnóbio teve 48,25% dos votos válidos.

Números da apuração

Conduzido pela Comissão Eleitoral Central na Reitoria e pelas Comissões Eleitorais Locais em cada Campus, o processo de escolha dos gestores do IFRN tinha 29.589 eleitores aptos a votar, entre docentes, estudantes e técnicos-administrativos. O Campus Caicó e a Reitoria, com quatro servidores em disputa, foram as unidades com maior número de candidatos aos cargos. 12 campi, incluindo o Campus Avançado Natal – Zona Leste, tiveram candidatura única; o Campus Avançado Lajes não teve candidato ao pleito.

A totalização dos votos para o cargo de reitor foi finalizada, conforme os números abaixo:

CandidatoPercentual de votos válidosSituação
Chapa 1 – Ambrósio Silva de Araújo 2,77% 4º lugar
Chapa 2 – Wyllys Farkatt Tabosa 42,26% 2º lugar
Chapa 3 – José Arnóbio de Araújo Filho 48,25% 1º lugar – reitor eleito
Chapa 4 – José Ribeiro de Souza Filho 3,22% 3º lugar

O resultado das urnas para os campi, antes do prazo dos recursos e suas análises, é o seguinte:

CampusNomeVotação (%)
 ApodiFrancisco Damião Freire Rodrigues 89,53
CaicóAlexandro Diógenes Barreto 38,79
 Giancarlos Costa Barbosa 10,99
 Ítalo Batista da Silva  4,34
 Max Miller da Silveira 44,98
CanguaretamaFlávio Rodrigo Freire Ferreira 90,38
Ceará-MirimAlan Paulo Oliveira da Silva 51,92
 Jorge dos Santos Lima 47,98
Currais NovosAndreilson Oliveira da Silva 90,37
IpanguaçuJosé Geraldo Bezerra Galvão Júnior 88,52
João CâmaraMatheus Augusto Avelino Tavares 92,11
LajesSem candidato ao pleito
MacauArthur Luis de Oliveira Torquato 44,30
 Jerdmiler Gomes de Paiva 55,70
MossoróHélio Henrique Cunha Pinheiro 70,00
 Michele Asley Alencar Lima 27,69
Natal-CentralJonas Eduardo Gonzales Lemos 48,76
 Luzimar Barbalho da Silva 21,45
 Márcio Adriano de Azevedo 27,28
Natal-Cidade AltaAyres Charles de Oliveira Nóbrega 38,76
 Mary Land Pereira de Brito 26,53
Natal-Zona LesteJosé Roberto Oliveira dos Santos 91,18
Natal-Zona NorteEdmilson Barbalho Campos Neto 95,09
Nova CruzAllan Nilson de Sousa Dantas 82,19
ParelhasRamon Viana de Sousa 78,65
ParnamirimÁlvaro Hermano da Silva 33,89
 Paulo Vitor Silva 66,05
Pau dos FerrosEmanuel Neto Alves de Oliveira 94,47
Santa CruzSamira Fernandes Delgado 96,25
São Gonçalo do AmaranteLuisa de Marilac de Castro Silva 65,15
São Paulo do PotengiAnderson Luiz Pinheiro de Oliveira  22,23
 Renato Dantas Rocha da Silva 77,56

Regras Eleitorais

Com o fim da apuração nesta quinta-feira (5), as comissões recebem os eventuais pedidos de recurso, que deverão ser interpostos através de requerimento protocolado no Suap, dirigido à Comissão Eleitoral Central. Durante a reunião do Conselho Superior do IFRN, na segunda-feira (9), acontece a homologação dos resultados oficiais da Consulta.

Na apuração, a proporcionalidade estabelecida para a votação do reitor e do diretor-geral de campus foi feita atribuindo-se o peso de um terço para a manifestação dos professores, de um terço para a manifestação dos técnicos-administrativos e de um terço para a manifestação dos estudantes, sendo indicado para reitor ou DG quem atingir o maior percentual dos votos válidos. A totalização dos votos – competência da Comissão Eleitoral Central – obedece a uma equação, definida na Resolução 38/2019, do Conselho Superior do IFRN.

Tranquilidade do Processo Eleitoral

O período de campanha dos candidatos começou no dia 08 de novembro e seguiu com tranquilidade até o dia 03 de dezembro. Durante este período, os candidatos puderam fazer campanha em espaços abertos, como pátios e corredores, e por meio de suas redes sociais pessoais. Os únicos materiais físicos permitidos para cada candidato foram, no máximo, 10 banners, a serem afixados pela Comissão Eleitoral em locais definidos. Não foi permitida campanha eleitoral em ambientes fechados, como salas de aula, administrativas ou de servidores, laboratórios e bibliotecas.

No caso do Campus Avançado Natal – Zona Leste, todos os alunos regularmente matriculados nos cursos técnicos de nível médio, de graduação e de pós-graduação a distância puderam votar. Nesta edição, foram utilizadas cédulas de papel e urnas de lona, montadas nos campi do IFRN e em alguns polos presenciais. Os locais de votação de cada aluno foram estabelecidos de acordo com o polo presencial de cada aluno:

É importante frisar que todos os alunos dos cursos EaD (técnicos de nível médio, de graduação e de pós-graduação) tiveram as mesmas condições oferecidas aos alunos presenciais para garantir a sua participação no processo de consulta.

Todos os servidores que compõem o quadro de pessoal ativo permanente do IFRN também puderam votar. Para eles, a Comissão Eleitoral disponibilizou urna de lona no prédio principal do Campus Avançado Natal – Zona Leste.

Compartilhe esta notícia